Virada Cultural de SP começa hoje com atrações em mais de 100 locais

Notícia postada em 20/05/2018 14:30

A 14ª Virada Cultural de São Paulo promete agradar aos fãs de todos os gêneros musicais e de todas as idades, inovando com a exibição de filme ao ar livre, parque de diversão e atrações no centro e outros pontos estratégicos da cidade, como Itaquerão, Praça do Campo Limpo, Parque da Juventude, Centro Esportivo Tietê e Chácara do Jockey. A edição de 2018 começa às 18h de hoje (19) e vai até as 18h de amanhã (20).

Tablados temáticos ocuparão as ruas do centro, com apresentações de diversos gêneros musicais, que vão do rock ao samba e de cultura popular e sucessos dos anos 90. No Vale do Anhangabaú, haverá um parque de diversão, com direito a roda gigante e carrinho bate-bate.

A Rua XV de Novembro abrigará um cinema ao ar livre. A programação completa está disponível no endereço http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/.

"Há mais de 900 atrações, são mais de 100 locais espalhados por toda a cidade. A ideia é que entre um show e outro a pessoa possa "descansar" no parque de diversões; haverá cinemas na Rua XV com filmes de terror e todos os tablados do centro serão temáticos e os grandes quatro palcos descentralizados. Outra novidade é a troca dos locais de saída dos cortejos, que sairão da altura do cemitério Consolação em direção ao centro, convidando as pessoas a irem para [os shows] no centro", disse o secretário de Cultura, André Sturn.

Ele destacou também o corredor cultural da Avenida Paulista. "As sete instituições culturais de lá ficarão abertas até mais tarde com gratuidade para que mais pessoas possam visitá-los. Com a descentralização esperamos que mais pessoas possam participar da virada e a gente quer que as pessoas saiam de casa não só pra ver os cantores famosos, mas para conhecer também outros artistas."

Gêneros musicais

O Largo do Arouche recebe as atrações que foram sucesso nos anos 90. Dentre os destaques estão Fat Family e Fernanda Abreu. O Anhangabaú terá uma homenagem ao programa do Chacrinha, com nomes como a dupla Jane e Herondy. Na madrugada, o público terá sucessos de Léo Jaime, às 21h, Gretchen e Valesca Popozuda, à meia-noite e Byafra, às 3h.

A Praça da República terá a presença das drag queens  Gloria Groove e Aretuza Lovi, entre outras artistas. O Boulevard São João terá apresentação de cantores com sucessos de um disco marcante da sua carreira. Por lá passarão IRA!, que tocará Vivendo e Não Aprendendo, de 1986, e Nação Zumbi, que interpretará músicas do segundo disco da banda, Afrociberdelia, de 1996.

A Ópera La Traviata abre a programação da Virada Cultural no Theatro Municipal de São Paulo, no sábado às 18h.

Virada Descentralizada

Outra novidade desta edição é a presença de novos espaço que receberão shows e atividades artísticas. Estreiam na virada o Itaquerão, com programação voltada ao samba e pagode, e o Parque da Juventude, com uma programação bem eclética para toda a família.

A Chácara do Jockey, sucesso de público na edição passada, receberá uma programação jovem com Nação Zumbi no palco principal, Titica no coreto e Pilantragi e Venga Venga! na área do pic nic, entre muitos outros nomes. Durante a Virada, o rapper Emicida, o DJ Hum e o sambista Diogo Nogueira vão passar pela Praça do Campo Limpo. O Centro Esportivo Tietê entra na Virada com o Palco Gospel.

Atrações infantis

A Virada Cultural oferece uma programação especial para as crianças e suas famílias em todas as regiões da cidade. São atividades de música, circo, oficinas e contação de histórias. 
As oficinas e apresentações também estarão disponíveis, de graça, nos centros culturais, teatros e bibliotecas. Todos os locais que receberão a programação da Virada Cultural terão uma área de alimentação. 

Operação Especial

O Metrô e Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) farão operação especial para atender ao público da Virada Cultural. Todas as linhas do metrô funcionarão de maneira ininterrupta na madrugada de sábado para domingo. A Linha 15-Prata de monotrilho, tanto no sábado quanto no domingo, e as estações Vila Prudente e Oratório permanecerão fechadas das 4h40 às 14h para a realização de testes programados do novo sistema de controle dos trens. No período de interdição, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus, que circularão no trecho entre as duas estações.

As seis linhas da CPTM vão operar das 4h de sábado até a meia-noite de domingo. Durante a madrugada de domingo, entre 1h e 4h, o intervalo entre os trens será de 30 minutos, e as estações ficarão abertas para desembarque. Já as estações que têm integração com o Metrô estarão abertas tanto para embarque como desembarque. A exceção é a Linha 13-Jade, que estará em operação assistida, das 10h às 15h.

A SPTrans também montou um esquema especial, com itinerários alternativos para 64 linhas de ônibus. O objetivo é facilitar o acesso às atrações e, assim, incentivar o uso do transporte público. Para se deslocar entre um show e outro durante a madrugada, os passageiros terão disponíveis as 150 linhas do serviço noturno.

Fonte: Agência Brasil/Foto: SECOM

Comente esta notícia