Usina de energia renovável será entregue à UEA por empresa italiana A21G

Notícia postada em 30/01/2015 17:02

Amazonas

Durante a primeira edição do Seminário Internacional de Tecnologia e Sustentabilidade (Sintes), uma iniciativa do Grupo Italiano A21G, será doada à Universidade do Estado do Amazonas (UEA), uma pequena usina de energia renovável, como exemplo prático de sustentabilidade implementada por novas tecnologias. O evento /Uacontecerá de 7 a 10 de Abril, na Escola Superior de Tecnologia (EST), localizada na Av. Darcy Vargas, n° 1200, em Manaus.

Ao longo de sua programação, o evento promoverá um ambiente de ampla difusão de conhecimento, com o objetivo de introduzir novos produtos avançados na área de tecnologia e sustentabilidade ao mercado consumidor, por meio de cursos, mesa redonda, oficinas e visitas técnicas, que proporcionarão grande interação de pesquisadores, estudantes e profissionais de diversas áreas. Será realizada, também, a 1ª edição da Feira de Exposição, espaço aberto ao público, destinado às empresas colaboradoras para demonstração de produtos e divulgação da marca em estandes. Os visitantes e convidados do Sintes terão acesso, ainda, à Arena do Conhecimento - um circuito de apresentações curtas com temas inovadores, por meio de palestras e interação localizada no espaço da feira.

O diretor do Grupo A21G e um dos coordenadores do evento, Cristian Sartena, conta que, após discussão com associados, foi aprovado o plano para financiar 50% da Usina de energia renovável que será entregue à UEA. "Esta usina possui um sistema fotovoltaico que é projetado e proporcionado com 6 kW/h de potência de pico, já que este tamanho fornecerá a máxima utilidade possível", comentou.

Ainda de acordo com Sartena, a UEA será a primeira instituição do Brasil a receber este tipo de sistema. Com isso, esperam-se grandes benefícios com sua implementação, principalmente ao que concerne ao avanço da tecnologia e inovação para a região amazônica. "Tivemos a ideia de trazer a usina para a cidade de Manaus, pois sabemos que aqui existe uma preocupação com o avanço da tecnologia agregada à sustentabilidade e, dessa forma, estaremos ajudando e apoiando este avanço, o que acaba sendo importante para todos, pois o que acontece na região amazônica reflete no mundo todo", explicou o coordenador.

Instituições parceiras - Câmara do Comércio Italiana, Ufam, Fapeam, Fieam, Sinduscon, Seduc, Semmas, Corecon/Am, Sebrae, Inpa, OAB/AM, CRO/AM, Crea/RR, CAU/RR, FAS, Seplan, Ifam, Cti/Campinas, SDS, Aeaea, Aeaa, Tjam, Embrapa, CRMV/AM, CRA/AM, SJAM, Eletronorte, CRC/AM, Manauscult, Semulsp, Inpi, UFRR e Suframa.

Foto: Arquivo UEA

Fonte: UEA

Comente esta notícia