Thiago Pereira ganha 23ª medalha e se torna maior vencedor da história do Pan

Notícia postada em 17/07/2015 18:33

A noite de 18 de julho foi histórica para os Jogos Pan-Americanos. Mesmo sem entrar na piscina na final do revezamento 4x100m Medley (quatro estilos), Thiago Pereira chegou a sua 23ª medalha e se tornou o maior ganhador de premiações na história da competição. O brasileiro superou o cubano Erick Lopez, que havia ganho 22 medalhas da ginástica artística e justificou o apelido de “Mister Pan”.

Neste sábado (18), o nadador brasileiro já havia ganhado uma medalha de prata no revezamento 4x200m Medley. Só nos Jogos Pan-americanos de Toronto, Thiago ganhou seis medalhas: um ouro, duas pratas e três bronzes.

O número de medalhas poderia ter sido maior. Na quinta-feira (16), o nadador havia levado o ouro nos 400m Medley, mas foi desclassificado após a arbitragem dos jogos de Toronto acusarem um erro em uma das viradas (toque na piscina) durante a prova.

Ele já havia participado dos Jogos de Santo Domingo 2003 (quando ganhou duas medalhas), Rio 2007 (oito medalhas), Guadalajara 2011 (oito medalhas). Com 29 anos, Thiago Pereira ainda tem chances de participar dos Jogos Pan-americanos de 2019, que serão disputados em Lima (Peru).

O recorde coroou a participação do Brasil na natação nos Jogos Pan-americanos de Toronto. Ao todo, o país ganhou dez medalhas de ouro, seis medalhas de prata e dez de bronze. Ao todo, foram 26 pódios.

Foto: SESI

Fonte: EBC

Comente esta notícia