Sindicato defende democracia em abraço ao Instituto Lula

Notícia postada em 11/08/2015 20:58

O presidente do Sindica­to, Rafael Marques, dirigen­tes do ABC, sindicalistas, lideranças políticas e movi­mentos sociais promoveram um abraço simbólico ao Instituto Lula, em São Paulo, na sexta-feira. O ato reuniu cerca de mil pessoas, que manifestaram solidariedade ao ex-presidente.

“Repudiamos veemente­mente o atentado ao Instituto Lula no dia 30 e viemos em defesa dos avanços da de­mocracia. Lula é o símbolo das conquistas sociais com distribuição de renda para os trabalhadores e para toda a sociedade brasileira”, afirmou Rafael.

“Não há justificativas para ações violentas. Este ato é em nome da paz, de uma democracia vibrante e de um grande Brasil”, prosseguiu.

Rafael defendeu que o ataque seja fortemente inves­tigado. “É fundamental que o sistema público de segurança apresente à sociedade uma resposta contra ações antide­mocráticas”, disse.

Lula chegou com a ex-pri­meira-dama Marisa Letícia e foram recepcionados com faixas, cartazes e palavras de apoio. Da janela do prédio, jogaram cravos e rosas e agra­deceram a solidariedade das pessoas.

Os manifestantes também escreveram mensagens em um painel em frente ao Ins­tituto.

Hoje, às 9h, os metalúr­gicos do ABC iniciam uma vigília, que antecede o ato “Todos juntos em defesa da democracia”, no domingo, a partir das 13h, em frente ao Instituto.

“Vamos defender o legado e a história da nossa principal liderança. Com muito orgu­lho, os trabalhadores fazem parte das conquistas dos últi­mos 12 anos”, concluiu Rafael.

Foto: Adonis Guerra

Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Comente esta notícia