Setor moveleiro acreano tem prioridade em licitações do Estado

Notícia postada em 29/05/2015 16:50

O credenciamento em processos licitatórios é uma das grandes conquistas do setor moveleiro acreano. O processo, que é realizado por meio do Programa de Regionalização do Mobiliário da Administração Pública Direta e Indireta, desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens), foi criado pela lei 2441/2011.

Nas licitações, é priorizada a movelaria acreana, incluindo empresas e cooperativas de todo o estado. O fomento à produção local, a partir do uso de madeira de florestas manejadas, consolida a cadeia produtiva.

O governo do Estado comprou, entre outros móveis, cerca de 28 mil carteiras escolares, desde o início do programa. Dessas, 3.500 estão em fase de contratação. Calcula-se que a demanda total representa a cifra de R$ 15 milhões, o que vem incentivando ainda mais o desenvolvimento da categoria.

A atualização jurídica com a lei 2.571/2012 permitiu a adesão de outros poderes no processo de compras governamentais. Como, por exemplo, o Tribunal de Justiça do Acre, que adquiriu móveis para o plenário e duas câmaras (civil e criminal) do novo prédio da instituição. Outro exemplo mais recente é a Prefeitura de Rio Branco, que aderiu em novembro de 2014 e as primeiras aquisições ocorreram em dezembro e seguem em andamento.

Foto: Diego Gurgel/Secom

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Comente esta notícia