Será realizado em São Paulo maior evento de economia criativa da América do Sul

Notícia postada em 30/10/2017 19:50

O Ministério da Cultura (MinC) lança, nesta quarta-feira (25), um portal dedicado ao maior evento multissetorial da economia criativa da América do Sul: o Mercado de Indústrias Culturais do Sul (Micsul). Nele, é possível encontrar notícias, editais, informações sobre o evento e sobre os países participantes em português, espanhol e inglês.    Aberto ao público, o evento, que será realizado de 23 a 27 de abril de 2018, em São Paulo, busca gerar negócios e investimentos, capacitar empreendedores culturais e internacionalizar bens e serviços culturais. Em 2018, o Micsul vai reunir atores de dez setores da economia criativa: artes cênicas (circo, dança e teatro), audiovisual, animação e jogos eletrônicos, design, música, museus e patrimônio, artes visuais, moda, editorial e gastronomia.   O Ministério da Cultura irá selecionar empreendedores culturais para participar do evento. O edital e todas as informações serão publicadas em breve no portal do MinC.   Histórico   Entre 15 e 18 de maio de 2014, a cidade de Mar del Plata, na Argentina, sediou o primeiro Mercado de Indústrias Culturais do Sul (Micsur). Criado com objetivo de promover intercâmbio de conhecimento, produtos e serviços culturais e criativos, o evento reuniu dez países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.   Os resultados foram positivos e envolveram 800 compradores e vendedores da América do Sul e 80 compradores internacionais de Espanha, Japão, Finlândia, Reino Unido, Estados Unidos e China. Além disso, houve 9 mil rodadas de negócios, 30 apresentações ao vivo, 50 conferências e debates setoriais, oito reuniões institucionais de organismos culturais da América Latina e um desfile de moda. O Brasil levou delegação com 199 empreendedores, sendo 112 deles com algum tipo de apoio do governo.   Entre 17 e 20 de outubro de 2016, foi a vez de Bogotá, na Colômbia, sediar o evento. Ao longo dos três dias, foram 100 horas de programação entre showcases de música, teatro, dança e encontros acadêmicos. Além disso, o Micsul reuniu ainda 500 compradores e vendedores da América do Sul, 60 compradores internacionais da Espanha, Japão, Finlândia, Reino Unido, Estados Unidos e China. Entre os resultados, constam ainda 3,5 mil rodadas de negócios.   Confira o portal Veja o facebook do Micsul 2018  

Comente esta notícia