Seletiva de natação teve 25 atletas com índice olímpico

Notícia postada em 21/12/2015 23:04

O Campeonato Brasileiro Sênior e o Torneio Open de Natação, competição da modalidade que marcou a primeira seletiva para os Jogos Olímpicos Rio 2016, encerraram-se com 25 atletas tendo alcançado índice para defender o País em 17 provas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. Os eventos terminaram neste sábado (19), no município de Palhoça, em Santa Catarina.

A seletiva foi disputada na piscina da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). Os competidores que ainda não obtiveram índice olímpico possuem apenas mais uma chance de classificação para os Jogos Rio 2016: o Troféu Maria Lenk, no Rio de Janeiro, em abril do ano que vem.

Na última prova da seletiva de sábado, os 400 m livre, Luiz Altamir Melo, do Flamengo, de apenas 19 anos, marcou 3min50s32, superando o índice de 3m50s44. Em 2015, Altamir conseguiu ouro nos 4 x 200 m livre durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto.

"Estou muito feliz com 3min50. Foi uma evolução muito grande para mim na prova de 400 m. Só tenho que agradecer a equipe do Flamengo, que só tem a melhorar até o próximo ano", comemorou o nadador. "Acredito que ainda tenho a melhorar nos 200 m livre, mas, com certeza, vou fazer de tudo para pegar uma vaga. E também nos 200 m borboleta. São as três provas que eu mais tenho possibilidade. É um sonho de criança", completou Altamir.

A adrenalina dos 50 m livre abriu a noite, com Etiene Medeiros, do Sesi/SP, que conquistara índice na parte da manhã com tempo mais baixo (24s71). Ela é recordista sul-americana e medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, com o tempo de 24s55, e acredita que ainda pode melhorar.

"Essa competição foi uma mistura de adrenalina, com nervosismo e com situações que fazia muito tempo que eu não sentia. Vamos planejar tudo novamente, relaxar e aí, sim, tirar esse índice dos 100 m costas no Maria Lenk. Os 50 m livre foram muito bons, mas a meta é fazer 24s50 ou abaixo disso. Agora vou ter cinco dias de folga, mas não vou para Recife. Vou ficar em casa e focar nos treinos, que é o importante neste momento", revelou.

No masculino, seis atletas já estão com marcas abaixo dos 22s27 do índice dos 50 m livre. O primeiro é Bruno Fratus, que venceu com 21s50, baixando da marca feita pela manhã (21s66) e também do tempo que lhe deu o bronze no Mundial de Kazan deste ano (21s55).

"Dá pra dizer que esta é a primeira competição da temporada. Muito bom. Tem muita gente fazendo índice, muita gente nadando rápido e, mesmo sem índice, fazendo marcas bem expressivas. É um bom início de temporada para a natação brasileira. Foi um ano excelente. Não tenho do que reclamar e foi uma competição boa", avaliou Bruno.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Brasil 2016/ Foto: Satiro Sodré/CBDA

Comente esta notícia