Projeto Manta-Manaus e Rodoviária são destaques na Sessão Plenária da Aleam

Notícia postada em 15/02/2019 11:03

A interligação do Amazonas ao oceano Pacífico, através do projeto multimodal de transportes Manta-Manaus, e a fiscalização dos órgãos reguladores de serviços públicos nas instalações da Rodoviária Internacional de Manaus, foram destaques na Sessão Plenária desta quinta-feira (14), da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), em pronunciamento do deputado Sinésio Campos (PT). O pronunciamento de Sinésio mereceu elogio do presidente da Casa, deputado Josué Neto (PSD), na presidência da Mesa dos trabalhos.

O presidente fez referência ao desempenho parlamentar sempre positivo do colega, já em seu sexto mandato de deputado estadual, que desde o início luta pelo projeto de integração entre o Equador, o Peru, a Colômbia e o Brasil, com a construção de um eixo multimodal entre o Porto de Manta e Manaus. Josué parabenizou o deputado Sinésio pela obstinação no projeto, que além de reduzir as distâncias vai gerar muitos empregos, além do seu trabalho em defesa da “saúde do sistema público”.

Sinésio Campos vai participar, junto com o deputado Adjuto Afonso (PDT), de uma comitiva do governo do Amazonas em visita ao Equador, no período de 17 a 24 deste mês, para tratar do projeto, também abordou a necessidade de uma reforma geral na estação rodoviária, ele que vem defendendo nos últimos anos a construção de uma rodoviária moderna e de nível internacional, à altura da importância da cidade de Manaus. Para isso ele já conta com um abaixo-assinado com cerca de 5 mil assinaturas para encaminhar a governo e prefeitura.

Para Sinésio Campos é incompreensível que uma cidade como Manaus, que recebe transporte rodoviário de vários países sul-americanos, não disponha de uma rodoviária compatível com sua condição de progresso e modernidade. Uma das propostas do deputado é a instalação de um PAC no galpão que hoje serve de “cemitério” para as paradas de ônibus que são substituídas por novas. Em apartes os deputados Álvaro Campelo (PP) e Joana Darc (PR) apoiaram a iniciativa de Sinésio, defendendo que o Poder Legislativo tome a frente dessa luta.

Fonte: Aleam

Comente esta notícia