Para Vannuchi, mídia estimula discurso de ódio

Notícia postada em 04/08/2015 19:32

Para analista político, atentado ao Instituto Lula pode instigar mais ações violentas.

O analista político Paulo Vannuchi comentou nessa segunda-feira (3), à Rádio Brasil Atual, o ataque ocorrido contra o Instituto Lula no último dia 30. Para ele, as instituições republicanas e a mídia não condenaram o atentado ao Instituto Lula de forma veemente.

“Ao fazer isso, estimulam partidários do ódio a aumentar a intensidade dos ataques”, alertou. Segundo Vannuchi, o ódio instigado pela direita conservadora, pelo “partido da mídia”, é muito grave.

“Jornalistas que instigam o ódio parecem que não percebem que episódios como esse têm a ver com o que eles estão incitando rotineiramente, inclusive, com mentiras”, completou.

Atitudes violentas podem provocar ações desmedidas para ambos os lados: “Se o ódio é alastrado, ele não para apenas nos alvos da esquerda. A violência pode se generalizar, e o outro lado da sociedade pode começar a se sentir atraído a agir na base do ‘olho por olho’. Se isso acontecer, todo o avanço civilizatório do Brasil pós-ditadura será desmoronado”, analisou.

Vannuchi afirma que ataques desta ordem devem ser sempre rechaçados seja contra quem for. “A figura de um presidente é um bem da República e da democracia. Se o atentado fosse ao Collor ou FHC, seria igualmente condenável”, disse.

Fonte: Agência PT de Notícias, com informações da Rede Brasil Atual

Comente esta notícia