Novela acaba e Henrique Dourado deixa o Flu para vestir camisa rubro-negra

Notícia postada em 02/02/2018 22:33

Um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro do ano passado, com 18 gols, ao lado de Jô, do Corinthians, Henrique Dourado trocou o Fluminense pelo Flamengo, nessa quinta-feira (1º).

O atacante foi apresentado pelo novo clube como o mais novo reforço e assinou contrato até 2021. Ele vai ocupar o lugar deixado pelo peruano Paolo Guerrero, suspenso pela Fifa por doping, até maio.

Dourado foi o maior goleador do país em 2017, com 32 gols. Paulista de Guarulhos, aos 28 anos já passou por diversos clubes no país e no exterior, entre os quais Chapecoense, Portuguesa de Desportos, Palmeiras, Cruzeiro e Vitória de Guimarães, em Portugal, de onde saiu para defender o Fluminense no ano passado.

No Flamengo, o atacante usará a camisa 19, mas ainda não tem data de estreia marcada na equipe. Conhecido como 'Ceifador' no Fluminense, o clube rubro-negro adaptou o apelido a sua nova casa: CeiFlador.

O apelido é por causa do gesto que ele faz quando marca um gol, como se estivesse ceifando o pescoço do adversário, e que promete repetir quando marcar pela primeira vez pelo Flamengo.

Considerado um dos melhores cobradores de pênaltis do futebol brasileiro, Henrique Dourado, na primeira entrevista como jogador rubro-negro, preferiu a modéstia: “quero voltar a treinar pênaltis. Sei que o Flamengo tem vários bons cobradores. A oportunidade para cobrar vai surgir normalmente. Temos que trabalhar”, disse durante a apresentação no Ninho do Urubu, o centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste do Rio.

Fonte: EBC

Comente esta notícia