Modelo brasileiro de apoio à agricultura familiar deve inspirar Plano Nacional colombiano

Notícia postada em 09/10/2015 17:28

Durante a visita da presidenta Dilma Rousseff a Bogotá, nesta sexta-feira (9), o Brasil vai assinar com a Colômbia um acordo de cooperação para contribuir com políticas de desenvolvimento rural e agricultura familiar. O modelo brasileiro vai servir de inspiração para a construção do Plano Nacional de Agricultura Familiar a ser lançado na Colômbia.

No fim do mês de setembro, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, esteve em Bogotá para uma visita oficial e discutiu a intenção da Colômbia de aprofundar a cooperação entre os dois países em temas ligados à questão rural, sobretudo na área da agricultura familiar. Antes disso, já havia um relacionamento entre o MDA e governo colombiano com troca de missões técnicas e tratativas informais para aprofundar a cooperação.

Após décadas de conflito, a Colômbia enfrenta grandes desafios para consolidar os acordos de paz, e se destacam os esforços para a construção de alternativas de inclusão socioeconômica de seus membros, bem como a reabsorção dos desalojados pelos conflitos que agora retornam ao interior do país.

Modelo brasileiro – Ao longo da última década, o Brasil se tornou grande referência nas políticas de segurança alimentar e combate à pobreza. As políticas de fortalecimento da agricultura familiar desempenharam importante papel na superação da insegurança alimentar e na produção de alimentos saudáveis e de qualidade.

Políticas de acesso e ordenamento fundiário, cadastro rural, financiamento e seguro da produção, assistência técnica e extensão rural, empoderamento econômico de mulheres rurais, políticas de agregação de valor e compras públicas convergiram com as políticas sociais para garantir a produção de alimentos e de renda no meio rural. A experiência do Brasil será muito benéfica para a Colômbia, em que 75% dos municípios são rurais.

Os principais temas de cooperação a serem elencados no memorando de intenções são:

a) Políticas, programas, recomendações normativas e estratégias para o desenvolvimento rural territorial sustentável e da agricultura familiar;
b) Processos de inovação tecnológica;
c) Assistência técnica e extensão rural;
d) Métodos e procedimentos de identificação e registro de agricultores familiares; e
e) Troca de experiências em políticas de crédito, seguro, financiamento e compras públicas da agricultura familiar.

Visita – Durante a sexta-feira, Dilma vai cumprir uma série de compromissos ao lado do presidente colombiano Juan Manuel Santos. Esta é a primeira visita de Estado da presidenta Dilma à Colômbia. Antes, ela só esteve na Colômbia em 2012 para participar da Cúpula das Américas em Cartagena.

Entre os temas das discussões bilaterais com o presidente Juan Manuel Santos, estão o setor automotivo, facilitação de investimentos, compras governamentais, serviços, cooperação agrária, cooperação em educação e em ciência e tecnologia, bem como temas das agendas regional e multilateral.

O eixo principal do encontro é o empenho dos dois governos em ampliar a relação econômica e comercial entre Brasil e Colômbia. A Colômbia é o segundo país mais populoso da América do Sul e possui a terceira maior economia, mas ocupa apenas o sétimo lugar em parcerias comerciais com o Brasil em todo o continente.

Fonte e foto:  Blog do Planalto

Comente esta notícia