Ministério da Agricultura desburocratiza processos

Notícia postada em 28/07/2015 07:05

Em 3 meses, 4.230 processos foram desburocratizados; redução de despesas operacionais permitiu economia de R$ 69,4 milhões.

Em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira (27) na sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a ministra Kátia Abreu apresentou um balanço das atividades da pasta em 2015. Um dos principais eixos de atuação do ministério neste ano é a desburocratização de processos. De acordo com o balanço divulgado, em três meses, 4.230 processos foram desburocratizados, alguns deles por meio do Programa Mapa sem Papel.

“Todos os documentos de protocolo eletrônicos foram 100% informatizados, inclusive os referentes a importações e exportações”, afirmou a ministra Kátia Abreu. Segundo Abreu, houve redução das despesas operacionais promovidas pela pasta entre janeiro e junho de 2015 – majoritariamente com despesas com diárias, passagens e contratos considerados “excessivos ou desnecessários”.

A ministra ressaltou que a medida permitiu uma redução de R$ 69,4 milhões nos gastos, que passaram dos R$ 146,75 milhões aplicados em 2014 para uma previsão de R$77,35 milhões em 2015.  “Esse dinheiro será utilizado na defesa agropecuária, para convênio com os estados”, disse  Kátia Abreu durante o encontro.

Durante a coletiva, a nova estrutura regimental do ministério foi detalhada pela secretária executiva Maria Emília. Ela destacou a criação de três unidades na Secretaria de Defesa Agropecuária: Coordenação-Geral de Articulação Interna; Coordenação-Geral de Gestão de Operações e Coordenação-Geral de Suporte Estratégico. Os departamentos vão tratar de temas transversais e fortalecer o processo de gestão.

Fonte: Agência Brasil e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Comente esta notícia