Mantido atual ritmo das obras, integração da bacia do São Francisco estará pronta até 2017, diz Occhi

Notícia postada em 20/08/2015 02:41

A execução de toda a obra dos dois eixos do projeto de Integração de Bacias do Rio São Francisco está, segundo a última posição, de 31 de julho último, em 77.8%, afirmou nesta quarta-feira (19), o ministro Gilberto Occhi, da Integração Nacional.“ Em dezembro do ano passado, quando chegamos no dia primeiro de janeiro ao ministério, estávamos com a posição 69.2. Isso dá uma diferença de 8.4 pontos percentuais em sete meses”, disse ele. Significa dizer que a obra está andando cerca de 1.2% ao mês”.

Se mantido esse ritmo, acrescentou, a expectativa do ministro é de que há condições de a obra ficar pronta em dezembro de 2016 ou logo no inicio de 2017. Nesta sexta-feira (21), a presidenta Dilma Rousseff inaugura a primeira a Estação de Bombeamento EBI –1, do eixo Norte da obra, no município de Cabrobó, em Pernambuco. A estação vai permitir que a água percorra 45 quilômetros dos canais e chegue a dois reservatórios.

A primeira Estação de Bombeamento do Eixo Norte (EB-1) serve para levar a água a níveis em que o fluxo não consegue seguir apenas com a gravidade. A água do Rio São Francisco partirá da estação de captação, em Cabrobó pelos canais até o reservatório de Tucutu, o primeiro do Eixo Norte. “É a primeira captação da água do rio São Francisco através de um canal de aproximação, estação de bombeamento e 45 km de água correndo nesse trecho”, comentou Occhi.

Os dois eixos do Projeto de Integração do Rio São Francisco tem 477 quilômetros: 260 quilômetros no Eixo Norte e 217 quilômetros no Eixo Leste. “A altura que a água corre, no Eixo Norte, é de 188 metros de altura. Então, o que a presidenta vai fazer, na sexta-feira, é inaugurar a primeira estação de bombeamento daquele Eixo Norte. Com esse bombeamento, a água tem condições de percorrer cerca de 45.9 quilômetros dentro do canal e também encher açudes e reservatórios que foram construídos para reservar água, dentro desse trecho”.

Esse trecho, de aproximadamente 46 quilômetros, chega bem próximo da segunda estação de bombeamento, que está uma elevação e, ao final da terceira. No Eixo Leste, a água chega a uma altura de 332 metros, por meio de seis estações de bombeamento.

Cuidado ambiental
O ministro explicou que, além da obra de integração da bacia hidrográfica, uma das maiores preocupações do governo, e para a qual foram destinados importantes recursos, é a revitalização do São Francisco. “O rio nasce no estado de Minas Gerais, passa pelo estado da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe e tem ali uma ação de revitalização aprovada no PAC, que contempla ainda alguns outros estados, com ações de saneamento, revitalização de mata ciliares, preservação e revitalização de nascentes”, destacou.

“Temos também o combate à erosão através das matas ciliares. E estamos também trabalhando na questão da destinação do resíduo sólido, do lixo. Então o que quero dizer é que R$ 2,5 bilhão já estão aprovados no orçamento do PAC e nós já investimos, já pagamos, nesse conjunto de obras, R$ 1,770 bilhão. E estamos liberando, todos os meses, recursos para a continuidade das obras de revitalização da Bacia do Rio São Francisco”.

Fonte: Blog do Planaltp/ Foto: Ministério da Integração Nacional

Comente esta notícia