Manifesto pede que CNJ apure conduta de Moro

Notícia postada em 26/04/2015 08:47


O constrangimento que Marice Correia de Lima, cunhada do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi submetida ao ser presa na semana passada, pode levar o juiz Sergio Moro a ter que se explicar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Essa é a intenção do blogueiro Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, ao propor que seus leitores participem de manifesto publicado na internet, nessa sexta-feira (24), sob o título “Eu gostaria de representar ao CNJ contra Sergio Moro. E você?”.

Moro é o juiz federal responsável pela avaliação dos inquéritos da Polícia Federal que deram suporte aos processos abertos contra o esquema de corrupção descoberto na Petrobras pela Operação Lava Jato.

Com o abaixo-assinado, Guimarães acredita que a representação contra Sérgio Moro, a qual pretende levar ao órgão fiscalizador do judiciário brasileiro, ganhará robustez coletiva. O blogueiro está convencido – e quer provar com a apuração do CNJ – que Moro agiu com “interesse incompatível” com sua função de juiz.

Após cinco dias presa na PF em Curitiba, e já com pedido de Moro para prorrogar a prisão sob alegação de que solta ela atrapalharia as investigações, Marice acabou tendo a prisão revogada pelo juiz.

Moro justificou-se reconhecendo que a prova “indiscutível e definitiva” da culpa de Marice – um vídeo com imagens de uma mulher fazendo depósito na conta de Giselda em um caixa eletrônico – não se sustentava. A mulher no vídeo era a própria Giselda, dona da conta.

Não houve pedido de desculpas públicas nem nota de Moro se retratando do erro pela execração pública a qual submeteu Marice. A indignação de Guimarães com a sequência de erros e escancarado desrespeito do juiz à cidadã Marice é que move o pedido do blogueiro.

“Eu gostaria de representar contra Sergio Moro. Estou disposto a dar meu RG, meu CPF, meu endereço, meu título de eleitor, meu tipo sanguíneo, minha foto, o que mais, diabos eles quiserem. A você, caberia apenas assinar um documento endossando minha reclamação”, convoca Guimarães em seu blog.

Fonte: Agência PT/Notícias

Comente esta notícia