Manaus entra no clima das Olimpíadas Rio 2016

Notícia postada em 08/08/2015 20:16

Sol, Teatro Amazonas, Orquestra Filarmônica, Márcia Siqueira e a presença ilustre de Vinícius, mascote Olimpíadas Rio 2016, contracenando com os bois Caprichoso e Garantido. O cenário e os personagens não poderiam ter sido melhor escolhidos para dar largada e iniciar a contagem oficial para o início dos jogos. O colorido e o bailado dos bumbás se entrelaçaram ao clássico e proporcionaram uma grande festa, que fizeram brilhar os olhos de mais de 150 alunos da rede pública (estadual e municipal), convidados especiais do evento. Para marcar o dia especial, a cidade de Manaus assinou o Host City Contract, sendo a primeira das participantes a oficializar a participação nas olimpíadas como Cidade do Futebol.

“Nós fomos a última cidade a ser escolhida e hoje somos a primeira a assumir esse compromisso. Vamos fazer o melhor, tenho certeza, porque temos nossa capacidade de organização conjunta. A Copa do Mundo foi nosso avant premier, agora teremos o selo olímpico, que ninguém tira mais”, disse o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

O prefeito disse, ainda, que Manaus se prepara para dar uma grande lição de civilidade e de competência. “Em outros Estados, prefeitura e governo são indiferentes, muitos são como cães e gatos, e nós aqui, trabalhamos de braços dados para o bem da cidade de Manaus e para Estado do Amazonas. Queremos apresentar ao Brasil uma grande lição de civilidade, e do que Manaus é capaz.

Para o governador do Amazonas, José Melo, a assinatura do documento simboliza o compromisso para realização dos jogos em Manaus. “Fazemos isso com muita tranquilidade porque sabemos que tudo que poderia ser feito, de maior custo, como a Arena da Amazônia e a estrutura segurança, já está pronto. Agora são ajustes finos”, declarou o governador.

O diretor geral de Operações do Rio 2016, general Marco Aurélio Vieira, destacou a capacidade de organização do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus. “Manaus candidatou-se de última hora, mas hoje mostra que é um modelo de gestão dos Jogos Olímpicos, ao ser a primeira a assinar o contrato de Cidade-Sede”, ressaltou. O general destacou, ainda, que a Floresta Amazônica representa mais de 60% do território nacional e não poderia ficar de fora dos primeiros jogos olímpicos a ser realizado na América do Sul.

A vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Nawal El Moutawakel, afirmou, na solenidade, que a exemplo do governo brasileiro e dos governos do Rio de Janeiro, Manaus também demonstrou que está comprometida em fazer dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o primeiro da América do Sul, um dos melhores da história. Moutawakel, que é atleta olímpica medalhista e a primeira mulher a exercer um alto posto no Comitê Olímpico Nacional, fez questão de vir a Manaus para o lançamento do Ano Olímpico e disse que tem grande simpatia pela região.

Também estavam presentes no evento o senador Omar Aziz, os coordenadores estadual e municipal do Comitê Manaus 2016, Mário Aufiero e Bernardo Monteiro de Paula, respectivamente, secretários estaduais e municipais, deputados e vereadores, estudantes e atletas da terra.

Um dos mascotes das Olimpíadas, Vinícius, juntamente com os bois-bumbás Garantido e Caprichoso, foram as grandes surpresas da festa da abertura do Ano Olímpico em Manaus. Ao som da toada, eles dançaram na sacada principal do Teatro Amazonas. A festa também contou com o lançamento da campanha institucional “Manaus nas Olimpíadas”, com jingle no ritmo de boi-bumbá entoado pela cantora Márcia Siqueira, acompanhada da Orquestra Filarmônica do Amazonas, além do vídeo de motivação que começa a ser exibido nas emissoras de TV e rádio locais.

O final da festa ainda trouxe um presente especial aos convidados com uma apresentação da Orquestra Filarmônica do Amazonas executando clássicos da música erudita.

Foto: Tácio Melo

Comente esta notícia