Mais Médicos garante atendimento humanizado na Atenção Básica do Acre

Notícia postada em 09/08/2015 17:43

“Esse programa veio para melhorar o nosso acesso aos serviços de saúde. Por consequência do diabetes, eu precisei amputar parte do meu pé esquerdo. O médico vai à minha casa, com outros profissionais, fazer curativos e avaliar minha saúde”, comentou o servidor público Célio Roberto, ao avaliar o “Mais Médicos”.

Criado em 2013, pelo Ministério da Saúde (MS), para levar profissionais da área de saúde às regiões carentes, o “Mais Médicos” tem apresentado resultados importantes nos indicadores de saúde dos municípios.

Nesses dois anos, o Acre recebeu 158 profissionais, contemplando 20 municípios e dois Distritos Sanitários Especiais Indígenas.

O médico cubano Yobani Contino veio para o Acre com a mulher, também médica, no primeiro ciclo do “Mais Médicos”, em outubro de 2013. Os dois atuam na Unidade Básica de Saúde Antenor Francisco Ramos, em Rio Branco.

Contino diz que uma de suas dificuldades foi mudar a cultura da população, que, muitas vezes, reclamava pelo tempo da consulta.

“Nosso atendimento é diferenciado. Conversamos com o paciente para entender onde está o problema. Não sou robô para fazer uma consulta de um minuto. O médico tem que transmitir confiança ao paciente”, comentou o profissional.

Para João José Lima, coordenador da unidade, a chegada dos médicos cubanos, além de ampliar a cobertura do Programa Saúde da Família, também trouxe mais qualidade no atendimento da população.

“Com a chegada desses médicos, melhorou muito a qualidade do atendimento, porque eles têm outra visão, principalmente os médicos cubanos. Eles são mais atenciosos com os pacientes, pois têm uma atenção voltada para a saúde da família”, informou Lima.

Ele disse ainda que na Unidade de Saúde Antenor Francisco Ramos, 70 pessoas são atendidas por dia. “Estamos fazendo um atendimento diferenciado, trabalhamos com consultas programadas para humanizar o atendimento e facilitar o acesso. Nas quartas-feiras, por exemplo, os atendimentos são programados para as grávidas”, complementou.

Foto: Júnior Aguiar/Sesacre

Fonte e foto: Agência de Notícias do Acre

Comente esta notícia