Mais de 613 mil migrantes chegaram à Europa em 2015 pelo Mediterrâneo

Notícia postada em 16/10/2015 10:46

Mais de 613 mil migrantes chegaram à Europa em 2015, atravessando o Mediterrâneo, mais de 3.100 morreram ou estão desaparecidos, informou hoje (16) a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Do total de 613 mil, aproximadamente 473 mil chegaram à Grécia e 137 mil à Itália, acrescentou a organização.

 

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), a maioria dos que chegaram é formada por sírios, que representam 69% dos que atingem a Grécia.

Adrian Edwards, porta-voz do Acnur, disse que o mês de outubro tem sido mais calmo que o de setembro, exceto nos últimos dois dias. Na quarta-feira (14), 85 embarcações chegaram à ilha grega de Lesbos, ponto de entrada na Europa para grande parte dos migrantes que saem da Turquia.

“O aumento na chegada de migrantes pode ser o resultado de uma melhoria do tempo, de uma tentativa para evitar o inverno e do medo das fronteiras europeias serem fechadas em breve”, explicou Edwards, em entrevista em Genebra.

O porta-voz disse ainda que há atualmente de 3.500 a 4 mil migrantes no lado norte da ilha e que as transferências feitas de ônibus para os centros de acolhimento foram interrompidas devido à superlotação dos veículos.

O aumento na entrada de migrantes agrava uma situação já caótica na Ilha de Lesbos. Segundo Edwards, nessa quinta-feira (15) integrantes do Acnur tiveram de ser retirado por algum tempo de um centro de registro devido a atos de violência.

Fonte: Agência Brasil/Foto: Alexander Gottschalk/ Bundeswehr/Foto Publica

Comente esta notícia