Kim Jong-un convida papa Francisco para visitar Coreia do Norte

Notícia postada em 09/10/2018 10:00

Da Opera Mundi - O líder norte-coreano Kim Jong-un convidou o papa Francisco para uma visita ao país e disse que o religioso terá “calorosas boas-vindas” caso venha. A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo porta-voz da Presidência da Coreia do Sul, Kim Eui-kyeom, via agência estatal Yonhap.

“O presidente [do Comitê e Assuntos de Estado da Coreia do Norte] Kim disse que ‘dará calorosas boas-vindas ao papa se este visitar Pyongyang”, afirmou o sul-coreano.

O convite foi feito durante o último encontro entre os líderes dos dois países, em setembro. Desta reunião, também participou o arcebispo sul-coreano Hyginus Kim Hee-joong.

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, será recebido pelo pontífice no Vaticano no próximo dia 18 de outubro. A expectativa é que, nesta oportunidade, o convite de Kim seja entregue a Francisco.

Ainda de acordo com a Yonhap, Moon irá pedir o apoio do papa às negociações de paz na península coreana. Em várias outras ocasiões, a Igreja Católica se pronunciou a favor da paz entre as duas Coreias.

Francisco já foi à Coreia do Sul em 2014, oportunidade em que rezou uma missa especial pela reunificação dos dois países.

As duas Coreias estão separadas há mais de 60 anos, em decorrência da Guerra da Coreia (1950-1953), que foi interrompida com um cessar-fogo, não com um tratado de paz.

(*) Com teleSUR e Yonhap

Comente esta notícia