Joice Silva é prata e Lais Nunes fatura bronze no Grand Prix de Paris

Notícia postada em 02/02/2015 10:35

A equipe brasileira terminou em 5º lugar no resultado geral por equipes da luta feminina

A luta olímpica brasileira conquistou, neste domingo (01.02), as duas primeiras medalhas em 2015. Joice Silva ficou com a prata na categoria até 58kg e Lais Nunes faturou o bronze na categoria até 63kg do Grand Prix de Paris 2015. A equipe brasileira contou com a presença de mais seis atletas na competição e terminou em 5º lugar  no resultado geral por equipes da luta feminina. As atletas permanecem em Paris para uma semana de treinamento internacional e depois seguem para Klippan, na Suécia, onde disputam, de 11 a 13 de fevereiro, o Klippan Lady Open 2015. Confira a trajetória das brasileiras no torneio:

Joice fica com a prata

A representante do Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 encarou, na estreia, a húngara Emese Barka e venceu por 4 a 3. Já na fase semifinal, foi a vez de Joice enfrentar a russa Anzela Titerko, quando dominou o combate e venceu por  6 a 3. Na grande final, Joice começou em desvantagem contra a chinesa Zhangting Zhou, mas conseguiu reverter ainda no primeiro round, abrindo 4 a 1 no placar. A chinesa conseguiu forçar a brasileira a sair da área de lutas duas vezes, reduzindo a vantagem de Joice para 4 a 3. No segundo round, nova virada no placar, desta vez a favor da chinesa, que conseguiu três quedas seguidas, abrindo 8 a 4. No fim, Joice diminuiu o placar para 8 a 6, mas o cronômetro indicou o fim do combate  e a medalha de prata para brasileira. Joice melhorou o desempenho em relação ao ano passado, quando ficou com a medalha de bronze. Joice Silva é beneficiada pela Bolsa Pódio do Ministério do Esporte, assim como Aline Silva, Lais Nunes e Dailane Gomes.

Lais Nunes fatura a medalha de bronze

Uma das melhores lutas da competição foi protagonizada pelas brasileiras Lais Nunes e Dailane Gomes. O combate começou com Dailane forçando Lais a sair da área de lutas. Lais virou para 4 a 1, mas Dailane obteve uma queda de 4 pontos e passou à frente. Na sequência, Dailane conseguiu retirar Lais mais uma vez da área permitida, ampliando para 6 a 4. Lais não se deu por vencida e empatou em 6 a 6, mas seguia em desvantagem pelo critério de desempate de ação de maior valor realizada. Restando poucos minutos para o fim, Lais deu a cartada final, conseguiu uma queda e fez 8 a 6, avançando na chave.  Na segunda luta, já pela fase de quartas de final, Lais dominou o combate do início ao fim contra Chloé Spiteri, da Grã-Bretanha, e fez 7 a 0 no placar. Já na semifinal não conseguiu superar a chinesa Xiaoquian Wang e foi para disputa da medalha de bronze contra Gabriela Sleisz , da Hungria. Lais fez 3 a 2 e conquistou sua primeira medalha no torneio Grand Prix.

Aline Silva e Giullia não chegaram a disputar medalhas

Aline Silva teve pela frente, na estreia, Epp Mae, da Estônia, na categoria até 75kg. Depois de um combate equilibrado, a estoniana acabou avançando e chegando até a final, o que possibilitou a brasileira, campeã da edição 2014, lutar na repescagem contra a chinesa Fengliu Zhang. Depois de a chinesa abrir a vantagem no placar,  Aline conseguiu uma queda de 4 pontos e  empatou o placar em 6 a 6. Zhang respondeu com nova queda e fez  8 a 6. No último segundo, Aline conseguiu empatar a luta em 8 a 8, o que levaria o combate à definição pelo critério de desempate do golpe de maior valor aplicado, mas os chineses lançaram o desafio e, na análise do vídeo, os árbitros retiraram um ponto de Aline, dando a vitória para chinesa por 8 a 7 e impedindo Aline de lutar pelo bronze. Já Giullia Penalber venceu a compatriota Taciane Cardoso, chegou até as quartas de final, mas não passou pela francesa Tatiane Deben. Ela perdeu na luta seguinte, impendindo Giullia de retornar para repescagem.

Taciane Cardoso e Brenda Palheta ganham experiência

As jovens atletas Taciane Cardoso e Brenda Palheta não se intimidaram com as atletas mais experientes, mas não conseguiram avançar em suas chaves. Taciane foi superada por Giullia Penalber e Brenda Palheta chegou a liderar o placar contra a tcheca Adela Hanzlickova, mas não conseguiu segurar a vantagem e terminou em 14º.

Classificação final das brasileiras

Joice Silva – medalha de prata na categoria até 58kg
Lais Nunes – medalha de bronze na categoria até 63kg
Gilda Oliveira – 5º lugar categoria até 69kg
Aline Silva – 7º lugar categoria até 75kg
Giullia Penalber  -7º lugar categoria até 53kg
Taciane Cardoso – 10° lugar categoria até 53kg
Dailane Gomes – 11º lugar na categoria até 63kg
Brenda Palheta – 14º lugar na categoria até 63kg

Fonte: CBLA

Comente esta notícia