Exportação de manufaturados puxa superávit da balança comercial para 8,7 bilhões de dólares

Notícia postada em 14/09/2015 19:16

Venda de produtos industrializados cresceu 25,5% na 2ª semana de setembro, quando o saldo foi positivo em US$ 888 milhões.

As exportações de produtos industrializados puxaram para cima o desempenho da balança comercial na segunda semana de setembro, conforme balanço divulgado nesta segunda-feira (14) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). 

Na comparação entre tudo o que se vendeu no Exterior e o que foi importado, ao longo do ano, o País registra um superávit de US$ 888 milhões como resultado de US$ 3,246 bilhões em exportações e de US$ 2,358 bilhões em importações. Com isso, o saldo da balança é positivo em US$ 8,744 bilhões no acumulado do ano, sendo US$ 1,442 bilhão somente das duas primeiras semanas deste mês.

Os manufaturados apresentaram crescimento de 25,5% nas vendas externas, em relação à primeira semana de setembro. O destaque foi a exportação da plataforma P-67 para China, que será finalizada para integrar a estrutura da Petrobras, por US$ 394 milhões.

Outros itens de peso exportados foram aviões, aço, polímeros plásticos, veículos de carga e óleos combustíveis. Esses produtos resultaram em um resultado positivo de US$ 365,8 milhões na corrente de comércio internacional do Brasil.

Já entre os semimanufaturados, as exportações sofreram uma queda de 33,9%, em razão do menor embarque de açúcar em bruto, couros e peles, celulose, óleo de soja em bruto, ouro em forma semimanufaturada. Houve também queda de 4,3% na vendas externas de produtos básicos, como soja em grão, minério de ferro, carne de frango e suína, café em grão, milho em grão.

As exportações acumulam média diária de US$ 774,5 milhões neste ano. O montante é 16,2% menor que o verificado no mesmo período de 2014 (US$ 924,7 milhões), de acordo com o MDIC. Já importações, apresentam desempenho médio diário US$ 724,2 milhões, o que significa uma queda de 21,9% em relação ao mesmo período de 2014 (US$ 927,6 milhões). No ano, a corrente de comércio soma US$ 260,774 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,498 bilhão. O valor é 19,1% menor que o verificado em 2014 (US$ 1,852 bilhão).

Previsão de US$ 12 bi

O fluxo maior de manufaturados deve representar um ganho final de US$ 12 bilhões à balança comercial até dezembro. O cálculo é do ministro Armando Monteiro, do MDIC. Com isso, o Brasil irá reverter o déficit de quase US$ 4 bilhões registrado em 2014. “Sairemos desse déficit para um superávit e esperamos superar esse resultado em 2016”, afirma.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MDIC

Comente esta notícia