Etiene Medeiros é medalha de ouro no Mundial de Esportes Aquáticos

Notícia postada em 28/07/2017 17:42

A nadadora Etiene Medeiros conquistou a primeira medalha de ouro de uma mulher brasileira em um Mundial de piscina longa nesta quinta-feira (27), em Budapeste (Hungria). O tempo de Etiene no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos foi 27s14 na categoria 50m costas.

O título na Hungria foi confirmado após uma dura disputa com a rival chinesa Yuanhui Fu, superada por Etiene por apenas 0s01 de diferença. Aliaksandra Herasimenia, da Bielorrússia, fechou a prova em 27s23 e completou o pódio.

Contemplada com a Bolsa Pódio do governo federal, Etiene Medeiros foi beneficiada pelo programa Bolsa Atleta durante todo o ciclo olímpico para o Rio 2016. Nos Jogos, a atleta disputou a final dos 50m livre, após quebrar o recorde sul-americano na semifinal. Ela terminou os Jogos Olímpicos em oitavo lugar.

A brasileira de 26 anos coleciona ainda outros importantes resultados na carreira, como um ouro, uma prata e dois bronzes nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015, e um ouro, uma prata e um bronze nos Jogos Sul-Americanos de Santiago, em 2014. Em Mundiais de piscina curta, faturou ainda três medalhas em revezamentos. 

Apoio federal

O Bolsa Atleta é o maior programa de patrocínio esportivo individual e direto do mundo. Criada em 2005, a iniciativa já beneficiou 20,7 mil atletas brasileiros, em um investimento que ultrapassa a marca de R$ 890 milhões, distribuídos em aproximadamente 51 mil bolsas.

Em 2016, 6.217 atletas de modalidades olímpicas e paralímpicas foram contemplados, além de outros 1.080 de modalidades não olímpicas e não paralímpicas, representando um crescimento de 648,4% em relação ao primeiro ano do programa.

A categoria Pódio, a mais alta do programa, foi criada em 2013, oferecendo bolsas que variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil a atletas que estão entre os 20 primeiros do ranking mundial de sua modalidade ou prova específica. No ciclo Rio 2016, foram contemplados 322 atletas. O investimento até setembro do ano passado ultrapassou R$ 74,1 milhões.

Atualmente, 239 atletas são patrocinados com vistas à preparação aos Jogos de Tóquio 2020, num investimento anual da ordem de R$ 31,5 milhões. Do total de contemplados, 72 foram medalhistas nos Jogos Rio 2016 e 80 atletas são patrocinados pela primeira vez na categoria.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Rede do Esporte

Comente esta notícia