Equipes do Brasil ficam entre os melhores no Mundial de Revezamentos

Notícia postada em 05/05/2015 08:30

Na prova que encerrou o Mundial, o 4x400 m masculino, a equipe brasileira teve um bom desempenho. O grupo formado por Pedro Burmann, Wagner Cardoso, Hederson Estefani e Hugo de Sousa obteve o tempo de 3:00.96, terminando na 5ª colocação. "A prova foi maravilhosa, já estávamos esperando que fosse sair uma marca boa, mas foi ainda melhor que o planejado. A final foi muito forte e soubemos aproveitar", comentou Wagner.

Antes do Mundial, os atletas passaram um período de mais de um mês nos Estados Unidos, fazendo campings de treinamento e participando de competições, com assessoria da equipe do campeão olímpico Michael Johnson, que estava no Estádio Thomas A. Robinson, como integrante da transmissão oficial do evento. "O Michael nos parabenizou pela marca e disse que podemos fazer ainda melhor", completou Wagner.

Os Estados Unidos ficaram com o ouro, com 2:58.43, seguidos pelo time de Bahamas que contou com o apoio da torcida que lotou o Estádio. A Bélgica surpreendeu e ficou em terceiro, com 2:59.33, novo recorde nacional.

Quem também conseguiu um ótimo resultado neste domingo foi o 4x100 m feminino. Vanusa Santos, Ana Cláudia Lemos, Franciela Krasucki e Rosângela Santos ficaram na sexta colocação, com 42.92, melhorando a marca que tinham feito da semifinal.

"O objetivo foi alcançado, que era a vaga olímpica. A competição teve um nível muito alto, conseguimos fazer o melhor do ano e já temos novas metas traçadas para o Mundial de Pequim", disse Ana Cláudia. "A chegada muito disputada. As passagens foram boas e temos certeza que outros bons resultados irão acontecer ainda este ano. Para isso, é preciso continuar trabalhando duro", afirmou Franciela.

A medalha de ouro ficou com a Jamaica, com 42.14, seguida pela equipe norte-americana, com 42.32. A Grã-Bretanha completou o pódio, com 42.84.

4x400 m feminino
O time do 4x400 m feminino terminou na oitava colocação. Joelma Sousa, Liliane Fernandes, Jailma Lima e Geisa Coutinho completaram a prova em 3:31.30. Na semifinal, neste sábado, a mesma equipe havia feito 3:29.38, melhor resultado na temporada. Os Estados Unidos ficaram com o ouro, com 3:19.39, novo recorde do Campeonato. A Jamaica, com 3:22.49, e a Grã-Bretanha, com 3:26.38, completaram o pódio.

"Fizemos uma prova boa na semifinal e temos condições de fazer uma marca melhor. Infelizmente não conseguimos na final. Mas consideramos nosso objetivo alcançado, já que nos classificamos para os Jogos Olímpicos", lembrou Geisa. Agora, a equipe irá se preparar para as próximas competições, os Jogos Pan-Americanos e o Mundial de Pequim. "Este ano e o próximo são muito importantes, com competições de alto nível. Temos de seguir com o treinamento para corrigir as falhas que tivemos", completou.

4x100 m masculino
No sábado, a equipe formada por Bruno Lins, Vitor Hugo dos Santos, Aldemir Gomes Junior e Jorge Henrique Vides fez 38.64, melhor resultado em 2015, terminando na quarta colocação. A medalha de ouro ficou com os Estados Unidos, com 37.38, que surpreenderam a Jamaica, de Usain Bolt, vice-campeã.

 Fonte: CBAt - Ascom - Ministério do Esporte

 

Comente esta notícia