Encontro de Lula com seu povo: 'Esse está sendo meu dia mais feliz em 2018'

Notícia postada em 21/02/2018 08:20

Dois encontros emocionantes marcaram a visita do ex-presidente Lula ao estado de Minas Gerais, nessa quarta-feira (21). O primeiro compromisso foi com os assentados do acampamento Maria da Conceição, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), em Itatiaiuçu.

Ao falar para cerca de duas mil pessoas presentes no assentamento que aloja cerca de 700 famílias, o ex-presidente reafirmou – como vem fazendo em suas andanças pelo Brasil – que pretende chegar à Presidência da República para resgatar o seu legado que está sendo destruído pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

“Se essa gente acha que com 72 anos eu tenho medo, que eu tenho medo da morte, eu não tenho. Eu tenho medo é de trair a esperança que vocês têm em mim. Então eu quero dizer aos companheiros do MST que eu prefiro a morte do que trair os ideais de defender o povo pobre deste País”, declarou o ex-presidente, que ainda acrescentou: “Nossa luta é incansável! ”

Na segunda agenda do dia, Luiz Inácio Lula da Silva reencontrou, na cidade de Betim, com a comunidade de hansenianos que foi receba por ele, à época em que ele foi presidente da República. “Esse está sendo meu dia mais feliz em 2018. Volto para casa hoje com a certeza que vocês são a razão pela qual eu continuo na luta”, afirmou emocionado o ex-presidente.

Foi no governo Lula, em 2007, que a Lei n º 11.520 foi promulgada. Ela ampara todos os brasileiros submetidos ao isolamento compulsório em hospitais-colônia até 1986, concedendo a eles uma indenização na forma de pensão vitalícia.

“Lula, o seu coração tão grande fez com que leprosos de todo o Brasil fossem recompensados com uma ajuda muito importante. Neste momento de gratidão, quero pedir que Deus derrame bênçãos sobre Lula para que tenhamos ele na presidência outra vez”, declarou João do Carmo um dos beneficiados pelo gesto sublime do ex-presidente Lula.

Fonte: PT na Câmara - por Benildes Rodrigues, com site do Lula/Foto: Ricardo Stuckert

 

 

Comente esta notícia