Desmatamento na Amazônia diminuiu 21% em um ano

Notícia postada em 24/08/2017 20:44

O desmatamento na região da Amazônia Legal caiu 21% entre agosto de 2016 e julho deste ano, na comparação com o período anterior. O levantamento do instituto de pesquisa Imazon aponta que a devastação caiu de 3.579 km² para 2.834 km².

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, considera que ações governamentais têm garantido a proteção do bioma: “A presença do Estado na Amazônia está muito forte e os resultados já estão sendo sentidos. A principal causa de contenção do desmatamento ainda é o comando e o controle”, afirmou.

Todos os estados da Amazônia Legal apresentaram redução, com destaque para Tocantins (56%), que teve o maior índice. O estado é seguido por Roraima (37%), Acre (32%) e Pará (31%). Além disso, o levantamento indica que, em julho deste ano, 61% do desmatamento ocorreu em áreas privadas ou sob diversos outros estágios de posse.

O ministro Sarney Filho destacou a importância da recomposição orçamentária do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Segundo ele, pela primeira vez, recursos do Fundo Amazônia foram destinados para ações adicionais de comando e controle.

O incentivo ao desenvolvimento sustentável na região também recebeu destaque. Sarney Filho explicou que, além das operações de fiscalização, é necessário estabelecer medidas capazes de fortalecer a economia e a conservação ambiental na região. “Estamos implantando um modelo sustentável que valoriza a floresta em pé”, garantiu.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Meio Ambiente/Foto: Arquivo/Agência Brasil

Comente esta notícia