Democracia brasileira se enfraqueceu desde o golpe, aponta estudo sueco

Notícia postada em 24/09/2018 19:41

Um relatório da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, apontou um declínio preocupante na democracia brasileira. De acordo com a edição mais recente do Varieties of Democracy (V-Dem), o Brasil é o que mais sofreu com retrocessos nos últimos dois anos.

Desde o golpe de 2016, o país caiu 0,19 pontos e agora empata com aa Polônia, país cuja extrema-direita venceu as eleições em 2015 e enfrenta a escalada do neonazismo. A pesquisa aponta “tendências preocupantes incluem erosão gradual da liberdade de expressão e associação” também na Turquia, Índia e Estados Unidos.

Cruzando dados oficiais e avaliações de cientistas sociais, o estudo mostra que vários vários indicadores caros à democracia tiveram queda já a partir de 2014. A aceitação do resultado das urnas, por exemplo, vinha em alta e sofreu um declínio importante naquele ano – o mesmo em que o PSDB contestou a vitória de Dilma já no dia seguinte à eleição.

A participação popular nas urnas também vinha estável e começou a cair a partir de 2014. Também nesta época a Lava Jato e os processos de impeachment ganharam força nas ruas.

A liberdade de expressão acadêmica, liberdade de imprensa e distribuição igualitária de poder também sofreram queda vertiginosa. Já a percepção da desigualdade social aumentou, bem como os direitos civis entre os mais pobres.

Fonte: Agência PT/Foto - (Crédito:Beto Barata/PR)

 

Comente esta notícia