Confira a programação dos museus do Rio durante a Olimpíada

Notícia postada em 22/07/2016 19:45

Mostras especiais vão desde 200 anos da República até objetos usados em jogos da antiguidade grega e romana

Com ampla programação em museus do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a cidade do Rio presenciará o reforço da união entre esporte e cultura, durante o período da Olimpíada Rio 2016, entre 5 e 21 de agosto. Veja, abaixo, alguns dos principais eventos no período.

Museu do Açude

O Brunch Cultural, evento musical gratuito promovido pelo Museu do Açude, volta a fazer parte da programação na edição de 2016, especial para a Olimpíada. Os convidados José Miguel Wisnick, Mart´nália, Leila Pinheiro e Zé Renato se apresentarão entre 17 de julho e 11 de setembro, sempre aos domingos, os shows serão realizados a partir das 13h30, nos jardins do museu.

Museu Chácara do Céu

O Museu Chácara do Céu , no dia 20 de julho, a mostra Debret e a missão artística francesa no Brasil – 200 anos. Jean-Baptiste Debret fez parte do grupo de artistas que vieram para o País na Missão Artística e deixou um legado imenso ao registrar os usos e costumes do Brasil. A maior coleção de Debret em museus públicos encontra-se hoje, no Museu Chácara do Céu. São mais de 500 originais do pintor.

Museu Nacional de Belas Artes

O Museu Nacional de Belas Artes recebe duas mostras neste período. A exposição Jogos na Antiguidade, composta por objetos arqueológicos provenientes da Grécia e Roma e que pertencem a coleções de museus italianos, será aberta no dia 26 de julho. E, a partir de 4 de agosto, o público também poderá visitar a mostra Alegorias às Artes – Léon Pallière, que irá abordar todo o processo de restauração e a concepção da pintura, suas influências estéticas e visuais. Um longo trabalho de pesquisa foi realizado para identificar todo o conjunto realizado por Palliére, a pedido de Manuel de Araujo Porto-Alegre, então Diretor da Academia Imperial das Belas Artes.

Museu Histórico Nacional

Durante os Jogos Olímpicos, o Museu Histórico Nacional sediará a Casa México, uma parceria com a Embaixada do México no Brasil, o Consulado do México no Rio de Janeiro e o Comitê Olímpico Mexicano. A exposição Magia do Sorriso no Golfo do México constituirá uma das principais atividades realizadas pelo MHN e será seguida por um calendário de palestras e atividades adicionais que está sendo organizado pelo museu.

Também estão programadas as mostras México 68-Rio 2016, que abordará o ambiente gráfico que constitui a marca das duas Olimpíadas, e Frida e Eu, que se dirige ao público infantil de 5 a 10 anos para promover a compreensão da linguagem da arte moderna por meio da vida e obra da artista mexicana Frida Kahlo.

Além disso, o MHN preparou as exposições Guerra do Contestado, arte e história por Hassis, que trata a história de um dos conflitos sociais mais violentos da história do Brasil, que se desenvolveu entre 1912 e 1916, e Brasil na arte popular – 40 anos do Museu Casa do Pontal.

Museu da República

O Museu da República também terá uma programação especial durante os jogos olímpicos e exibirá a mostra comemorativa O Olimpo é aqui, tomando a decoração dos salões do Museu que apresentam os deuses do Olimpo.

Casa de Benjamin Constant

Em parceria com o Museu Casa de Benjamin Constant, o Museu da República ainda promoverá uma caminhada com visitação a dois dos principais sítios históricos da República, entre os dias 9 e 12 de agosto.

Os interessados começarão a visita pelo Museu Casa de Benjamin Constant, o primeiro museu-casa criado pela República brasileira e que sedia uma das vistas mais interessantes para a Central do Brasil e o cais do porto.

Após a visita, grupos poderão seguir um percurso a pé pelas ladeiras do bairro de Santa Teresa em direção a Glória, onde será possível apreciar a Igreja Positivista do Brasil (patrimônio carioca, fluminense e do Brasil) – a responsável pela criação da bandeira brasileira. Da Glória, o grupo seguirá para o Catete, chegando ao antigo Palácio do Catete – antiga sede da Presidência da República – que integra o Museu da República.

No local, poderá ser apreciada uma rica construção de estilo neoclássico, encravada em um jardim romântico inglês do século XIX. Todo o Circuito será acompanhado por um guia de turismo, um museólogo e um historiador.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Cultura e do Ibram

Comente esta notícia