Comecei a receber propina em 1997, diz Barusco à CPI

Notícia postada em 10/03/2015 19:06

Ex-gerente da Petrobras afirma que esquema de propinas começou na gestão FHC, mas se nega a dar detalhes

Em depoimento à CPI da Petrobras, ex-gerente da estatal Pedro Barusco confirmou, nesta terça-feira (10), que o esquemas de propinas na Petrobras começou ainda no governo Fernando Henrique Cardosos, do PSDB.

“Iniciei a receber propina em 1997 e 1998. Foi uma iniciativa pessoal, junto com o representante da empresa, afirmou o depoente.

O ex-gerente negou-se a detalhar como funcionou o esquema de propina durante a gestão tucana.

“Sobre essa questão, existe uma investigação em curso, eu sou investigado”, disse.

“Essa é uma parte que eu vou me ater ao depoimento. Não vou aprofundar, porque está ocorrendo uma investigação”, despistou.

Barusco é a primeira testemunha ouvida pela CPI. Ele fez acordo de delação premiada com a Justiça Federal e acusa o PT de ter recebido recursos desviados da estatal.

Suas declarações não estão acompanhadas de qualquer prova meterial.

“Se eu recebi, porque outros não teriam recebido”, despista.

Fonte: Agência PT de Notícias

Comente esta notícia