Brasília apresenta efetivo que trabalhará na segurança durante os Jogos Olímpicos

Notícia postada em 22/07/2016 18:59

Capital receberá dez partidas de futebol no Mané Garrincha e contará com 8,5 mil profissionais na operação

Brasília apresentou nesta sexta-feira (22.07) parte da equipe que fará parte da operação de segurança durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. Ao todo, 8,5 mil profissionais serão mobilizados, sendo 4,5 mil da segurança pública do Distrito Federal e outros 4 mil das Forças Armadas.

Nesta sexta, na área externa do Estádio Mané Garrincha, palco das partidas de futebol na cidade, parte dos profissionais se reuniu para apresentar o aparato para o Rio 2016. Estiveram presentes 1,2 mil profissionais de órgãos de segurança pública do DF, como as polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, do Departamento de Trânsito (Detran), do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de 2.050 militares (Aeronáutica, Exército e Marinha).

“Estamos unidos e preparados para garantir que as Olimpíadas – evento que representa a fraternidade e universal e a paz entre os povos – ocorra de forma segura”, comentou Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília.

A operação olímpica começa neste domingo (24.07) e vai até 15 de agosto, período em que os 8,5 mil profissionais envolvidos estarão mobilizados em torno do evento. “O nosso propósito é trabalhar de forma articulada para garantir um ambiente seguro e estável nos Jogos Olímpicos”, discursou o general de divisão Cesar Leme Justo, comandante militar do Planalto.

Capital terá dez jogos

Uma das seis sedes do futebol no Rio 2016, Brasília terá um total de dez partidas no Mané Garrincha, sendo duas da seleção brasileira masculina na primeira fase. A equipe da casa enfrenta a África do Sul, na estreia do torneio olímpico, em 4 de agosto, às 16h, e o Iraque, em 7 de agosto, às 22h. Na fase eliminatória, Brasília terá também dois jogos das quartas de final, um do futebol feminino e outro do masculino.

Fonte: brasil2016.gov.br, com informações da Agência Brasília

Comente esta notícia