Brasil tem desafios demais para perder tempo com agenda ilegítima do impeachment, diz prefeito

Notícia postada em 14/12/2015 21:43

A presidenta Dilma Rousseff se reuniu nesta segunda-feira (14), no Palácio da Alvorada, com prefeitos de capitais brasileiras que vieram a Brasília para entregar um manifesto de repúdio ao acolhimento do pedido de abertura de impeachment contra a presidenta, acatado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. O documento foi assinado por prefeitos de 14 capitais.

O prefeito do Rio de Janeiro (RJ), Eduardo Paes, disse que o manifesto é uma posição institucional para mostrar a fragilidade do processo de impeachment, que, segundo ele, é um desrespeito à democracia.

“Não há qualquer crime de responsabilidade contra a presidenta. A gente entende que esse movimento é ilegítimo que coloca o País em uma situação de muita instabilidade. Entendemos que o Brasil já tem desafios demais para a gente ficar perdendo tempo com essa agenda”.

Segundo o prefeito de Goiânia (GO), Paulo Garcia, Dilma pediu aos prefeitos que defendam a democracia, pois o Brasil merece ter um futuro estável, democrático e representativo.

Já o prefeito de Macapá (AP), Clécio Luiz, disse que “todos estamos governando e trabalhamos para que o Brasil volte o mais rapidamente à normalidade”.

Fonte e foto: Blog do Planalto

Comente esta notícia