BNDES destina 2,3 bilhões de reais para cultura entre 2007 e 2014

Notícia postada em 26/09/2015 19:02

Segundo Relatório de Efetividade, a instituição financeira é a 2º maior apoiadora de filmes e financiou metade das salas de cinema.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 2,3 bilhões, entre 2007 e 2014, para investimentos em projetos de economia da cultura. Os números constam do Relatório de Efetividade lançado pelo Banco em parceria com o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) e o Climate Policy Initiative (disponível para download aqui).

O Banco apoia, por meio do Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (BNDES Procult), planos de negócio das empresas atuantes nas cadeias produtivas da economia da cultura, como audiovisual, editorial, música, jogos eletrônicos e artes visuais e performáticas.

Segundo o estudo, o Banco apoiou 323 de um total de 670 salas de cinema construídas, o que corresponde a uma proporção de 48%. Além disso, dos 741 filmes nacionais lançados no período, 153 contaram com recursos não reembolsáveis passíveis dos incentivos fiscais previstos na Lei do Audiovisual, por meio de editais públicos de cinema.

O BNDES também financiou com recursos não reembolsáveis a restauração de 110 monumentos tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Fonte: Portal Brasil, com informações do BNDES

 

Comente esta notícia