Belo Horizonte faz testes finais com 10 novos trens do metrô

Notícia postada em 09/09/2015 13:41

Aumento da frota é resultado da aplicação de recursos do governo federal, por meio do PAC.

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), empresa ligada ao Ministério das Cidades, realiza até o próximo dia 13, em Belo Horizonte (BH) a fase final de testes com os dez novos trens que vão ampliar a frota da empresa na capital mineira. A meta é que os trens estejam à disposição da população no menor prazo possível e, com previsão de funcionamento ainda em 2015.

A avaliação começou no dia 3 e inclui critérios como conforto interno das composições, condições de desempenho e comportamento dinâmico. No período de testes, o trem circula nas estações para que sejam verificados os requisitos necessários, mas sem o embarque de passageiros.

De acordo com o superintendente regional, Jorge Vieira, a chegada da nova frota reforça o compromisso da CBTU em aprimorar o atendimento à população mineira.

“Os novos trens agregarão mais valor à operação do sistema, permitindo o aumento da oferta de lugares e levando muito mais qualidade, tecnologia, conforto e segurança aos passageiros”, enfatiza.

Com as dez novas composições em funcionamento, Belo Horizonte terá um total de 35 unidades à disposição da população. Quatro carros formam cada composição, que pode transportar uma média de 1.300 passageiros por viagem. Com a incorporação, a empresa amplia a frota e o conforto dos usuários do metrô na capital e Região Metropolitana.

O sistema de iluminação conta com luminárias a LED que são mais eficientes, econômicas e duráveis que as lâmpadas convencionais. Sem divisões internas entre carros, os salões da nova composição são integrados, formando um amplo corredor entre um carro e outro.

Mais comunicação

Outra novidade é o sistema de sonorização digital, que melhora a qualidade do áudio das mensagens sonoras transmitidas automaticamente aos passageiros, adequando continuamente o volume ao nível de ruído ambiente do salão.

A composição também contará com oito monitores de vídeo, instalados em cada carro, que facilitarão a comunicação visual e a promoção de campanhas voltadas ao usuário.

Em caso de queda de energia, a iluminação e os equipamentos de segurança (rádio, sonorização, CFTV e comando de portas) serão alimentados ininterruptamente por baterias por um período de até três horas.

As janelas basculantes nos salões dos carros serão automaticamente destravadas e uma mensagem digital, acionada pelo condutor, será emitida para cada salão, orientando os passageiros sobre o correto procedimento a ser adotado.

O aumento da capacidade é resultado da aplicação de recursos do governo federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), repassado pelo Ministério das Cidades a CBTU.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério das Cidades e CBTU

Comente esta notícia