As represas de Santa Cruz são o maior investimento atual da China no mundo, destaca empresário

Notícia postada em 08/08/2015 19:13

As represas Néstor Kirchner e Jorge Cepernic, na província de Santa Cruz, conformam “não só o maior investimento da China na Argentina, mas também no mundo, por estes momentos”, afirmou o executivo da empresa construtora, o grupo Electroengenharia, Mariano Musso.

O empresário destacou que quando as obras estiverem em seu pico, “haverá 6 mil pessoas trabalhando e outras 10 a 12 mil com empregos indiretos relacionados”.

O executivo acrescentou que “Electroengenharia, nos anos de trabalho, se associou com empresas dos Estados Unidos, Espanha, Alemanha e outros países, e nunca tínhamos visto essas matérias”, em referência aos meios de comunicação que alertaram sobre uma suposta “invasão de operários chineses”.

O investimento previsto, o qual ultrapassará 4 bilhões de dólares e será financiado a quinze anos, supõe “o maior contrato de financiamento da China no exterior neste momento”, remarcou Musso.

O sócio chinês -acrescentou o empresário durante uma entrevista concedida ao programa de rádio da revista local “Dang Dai”- é Gezhouba, construtora da maior represa do mundo, Tres Gargantas.

O executivo da Electroengenharia explicou que “este é o contrato emblema da associação estratégica integral entre a Argentina e a República Popular da China, e se completará em cinco anos e meio, para contribuir com entre 3 e 5% de energia ao parque elétrico nacional, e 15% ao que deriva da hidroeletricidade”.

Fonte e foto: Télam

Comente esta notícia