António Guterres elogia decisão do Catar de alocar 50 milhões de dólares para sírios deslocados por conflitos

Notícia postada em 28/01/2019 21:58

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, elogiou a decisão do emir do Catar de alocar 50 milhões de dólares em apoio a pessoas deslocadas e refugiados sírios afetados por duras condições meteorológicas recentes no Oriente Médio.

O vice-porta-voz da ONU, Farhan Haq, confirmou na quinta-feira (24) a alocação, dizendo a repórteres em entrevista coletiva diária na sede da ONU que Guterres está muito grato ao emir e ao povo do Catar pela generosidade.

“Como vocês sabem, as duras condições recentes de inverno no Levante tiveram impacto horrível sobre populações que já estavam vulneráveis, tanto refugiados quanto comunidades anfitriãs”, disse Haq, acrescentando que parceiros humanitários continuam respondendo às necessidades dos afetados e garantindo prontidão e esforços de mitigação.

“Estas condições difíceis tornam a doação do Catar extremamente valiosa e oportuna aos esforços do Sistema ONU para ajudar pessoas vulneráveis”, disse.

O Escritório das Nações Unidas de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) estimou em outubro que quase 2,4 milhões de mulheres, crianças e homens em toda a Síria irão sofrer durante a temporada de inverno para conseguirem se aquecer adequadamente e precisarão de apoio.

Isto inclui dezenas de milhares de pessoas recém-deslocadas, incluindo as que estão em centros de recepção e áreas abertas, as que se deslocaram diversas vezes e por longos períodos e que agora vivem em abrigos abaixo dos padrões, além de pessoas que retornam e comunidades anfitriãs.

A agência humanitária da ONU informou que pessoas precisarão de sacos de dormir, roupas de inverno, cobertores térmicos, aquecedores e fogões.

Fonte: ONU/Foto - (Crédito: ACNUR/Diego Ibarra Sánchez)

Comente esta notícia