Em defesa da EBC e da Comunicação Pública

Coluna postada em 25/06/2016 20:44

Luizianne Lins (PT-CE) - Fomos surpreendidos nos últimos dias com declarações de representantes do governo ilegítimo sobre a intenção de extinguir a EBC, empresa criada em 2008 com o objetivo de fortalecer o sistema público de comunicação.

O esvaziamento da EBC é mais um golpe contra a democracia. Não interessa ao governo ilegítimo a democratização da comunicação e o livre acesso à informação de interesse público. Afinal, conhecimento é uma arma poderosa contra o fascismo e o retrocesso.

A comunicação pública tem papel preponderante no exercício da cidadania, promovendo debates e negociações com atores sociais diversos. Atende necessariamente ao interesse público e, por esse motivo, tem impacto nas tomadas de decisão. Portanto, é livre de interesses econômicos.

É nesse campo que nasce a EBC, uma empresa que ainda engatinha, a bem da verdade, mas que já trouxe ganhos inquestionáveis para o sistema público de comunicação. Uma empresa preocupada em trazer a sociedade para dentro de seus estúdios e que busca a autonomia e a diversidade de vozes – muitas vezes silenciadas pela grande mídia.

Além do braço institucional de comunicação de governo, formado pela TV NBR e pelo programa Voz do Brasil, a EBC possui a TV Brasil, 8 rádios, uma Agência de notícias, um Portal e uma Radioagência, que distribuem conteúdo gratuito para muitos jornais, rádios, blogs e mídia alternativa.

Esses canais da EBC fazem uma comunicação pública, plural e independente.

Quem assiste a TV Brasil sabe do que estou falando. Em que outra emissora podemos assistir a conteúdos que abordam de forma responsável e criativa temas como direitos da população LGBT, de mulheres e negros? Onde mais vemos a representação de minorias comumente invisíveis na comunicação de mercado em programas de forte apelo educativo?

Outro grande exemplo de serviço prestado à sociedade é a Rádio Nacional da Amazônia, que é para muitas comunidades ribeirinhas a única fonte de informação. Eu, como jornalista e defensora de uma comunicação pública, tenho o firme posicionamento de repudiar qualquer ato que implique o desmonte da EBC.

Fonte e foto: PT na Camara - Assessoria Parlamentar

Comente esta coluna